IX Seminário de Psicologia e Políticas Públicas

20171123-cfp-realiza-seminario-politicas-publicas-2Diante dos desafios do cenário político e econômico brasileiro, o Conselho Federal de Psicologia (CFP) realiza, dia 30 de novembro, em Brasília, o IX Seminário de Psicologia e Políticas Públicas. O tema do evento, “Psicologia na Defesa das Políticas Públicas”, busca mobilizar a categoria para construir uma agenda de enfrentamento e manutenção das políticas públicas.

O lançamento do IX Seminário de Psicologia e Políticas Públicas – “Psicologia na defesa das políticas públicas” ocorre das 9h às 12h, e será transmitido ao vivo pelo site do CFP www.cfp.or.br. Você pode participar, em tempo real, enviando perguntas para o e-mail comunica@cfp.org.br.

Além do evento nacional, o seminário contará com mais cinco etapas regionais, de forma a descentralizar o debate (confira a programação).

Para a conselheira Clarissa Guedes, coordenadora do Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas (Crepop), a expectativa é realizar uma boa análise da conjuntura atual de desmonte de políticas públicas, de forma a permitir a construção de estratégias coletivas de enfrentamento a partir da Psicologia.

Clarissa Guedes explica que como o seminário é de abrangência nacional, e servirá como catalisador dos regionais, o evento vai possibilitar a participação de profissionais, estudantes e movimentos sociais de todo o país, permitindo que possam ser feitas questões, sugestões e comentários. “A transmissão vai permitir que profissionais assistam ao evento de seus locais de trabalho, junto com seus pares, e produzam reflexões e ações a partir dele”.

A coordenadora do Crepop aponta ainda que, a partir das análises e reflexões do seminário nacional, os eventos regionais poderão construir estratégias mais específicas para o tema e a região, além da possibilidade de divulgar e mobilizar a categoria e a sociedade para participar dos eventos em suas regiões.

O conselheiro Paulo Maldos, um dos participantes do Seminário Nacional de Psicologia e Políticas Públicas, vai tratar da conjuntura política no Brasil. Segundo ele, essa temática incide diretamente sobre as políticas públicas, pois retrata a correlação de forças na sociedade e no Estado em um momento histórico concreto. “As políticas públicas são um reflexo dessa correlação de forças, do quanto os setores populares conseguiram avançar ou não na conquista, promoção e defesa de seus direitos sociais. Ou seja, como na conjuntura atual, vivemos um momento de correlação de forças negativas para os setores populares, quando as elites avançam na desconstrução de direitos sociais e das politicas públicas que os garantem.”

Para Maldos, a Psicologia é fundamental para compreender esse processo e identificar o momento em que vivemos, para podermos lutar na preservação e fortalecimento das políticas públicas, onde elas são mais necessárias, a fim de garantir os direitos dos setores mais vulneráveis da sociedade brasileira.

Conheça os participantes do IX Seminário Nacional de Psicologia e Políticas Públicas:

Paulo Maldos – Conselheiro do CFP; membro da Comissão Nacional de Direitos Humanos/CFP; ex-secretário nacional de Articulação Social da Secretaria-Geral da Presidência da República; ex-diretor do Instituto Sedes Sapientiae e ex-Coordenador do Centro de Educação Popular da mesma entidade.

Isabel Fernandes – Psicóloga formada pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN); doutora em Psicologia Clínica pela Universidade de São Paulo (USP). Professora associada da UFRN e coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Psicologia. Foi integrante da diretoria da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Psicologia (Anpepp) gestão 2010-2012. Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia Social. Atua com Teoria Social Marxiana, políticas sociais, políticas da saúde e assistência social, formação e atuação de psicólogos.

Emiliano de Camargo David – Mestrando em Psicologia Social na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), com projeto sobre saúde mental e dimensão étnico-racial. Especialista Psicopatologia e Saúde Pública pela USP. Colaborador do Conselho Regional de Psicologia 06, integrando o grupo de trabalho sobre Psicologia e relações raciais. Temas de interesse são: Psicologia Social, Psicanálise, Psicologia e relações étnico raciais, saúde mental, reforma psiquiátrica, saúde pública e Centro de Atenção Psicossocial (Caps).
Confira a programação das etapas regionais do Seminário de Psicologia e Políticas Públicas: 

Data Etapa Local Tema
5 e 6/4/2018 NorteCRP-10 Belém/PA Condições de trabalho: desmonte das políticas públicas como ameaça às condições de trabalho de psicólogas e psicólogos
7 e 8/6/2018 SudesteCRP-04 Belo Horizonte/MG Psicologia, políticas públicas e movimentos sociais
14 e 15/6/2018 NordesteCRP-21 Teresina/PI Previdência e subjetividade em contextos de desmonte de direitos
27 e 28/6/2018 SulCRP-07 Porto Alegre Psicologia, educação e laicidade: enfrentamento ao conservadorismo
5 e 6/7/2018 Centro-OesteCRP-14

 

Campo Grande/MS A definir

Para mais informações sobre o evento, acesse o site politicaspublicas.cfp.org.br.

 

(fonte: Conselho Federal de Psicologia)

Comente via Facebook

Comentário(s)