Edição da Revista Diálogos sobre Psicologia e Educação traz participação de psicólogos do Tocantins

revista diálogos

Psicologia e Educação é o tema da edição nº 11 da Revista Diálogos, publicada em agosto deste ano. A publicação traz um panorama da área da educação e suas inter-relações com a Psicologia exposto através de opiniões e conhecimentos compartilhados por psicólogas e psicólogos de todas as regiões do país. Jonatha Rospide Nunes e Robenilson Barreto, psicólogos atuantes no estado do Tocantins, contribuíram com esta edição da revista que também conta com a colaboração do conselheiro do CRP-23 Ricardo de Oliveira Furtado na comissão editorial.

Este número da revista aborda a importância da educação e da psicologia como ciências de cooperação mútua para a construção de consciência crítica e desenvolvimento humano. Em um contexto atual o conteúdo dialoga com o cenário de mobilização pela derrubada do veto presidencial ao Projeto de Lei nº 3.688/2000, que garante a atuação da Psicologia e do Serviço Social nas Redes Públicas de Educação Básica. O veto presidencial nº 37, que barra o PL 3688, aguarda apreciação no Congresso Nacional.

À nível de estado, a temática pode ser observada em uma realidade ainda mais próxima. Há menos de um mês foi aprovado por unanimidade na câmara municipal de Araguaína-TO o Projeto de Lei 58/2019, que prevê atendimento e acompanhamento psicológico dos alunos e profissionais da rede municipal de ensino. O referido PL aguarda sanção do poder executivo.

Fazendo link com esta conjuntura, a publicação apresenta relatos de psicólogas(os) e pesquisadoras(es) que atuam em instituições de ensino de diferentes níveis, desenvolvendo atividades com professoras, investigando processos de leitura e escrita, experiências de intervenção em relação ao uso abusivo do álcool e outras drogas em contextos escolares e educacionais, dentre outros processos que podem contribuir para a construção de uma escola democrática e acessível.

‘Processos de Ensino-Aprendizagem e subjetividades na formação de profissionais de saúde’ é o título do relato de experiência do psicólogo Jonatha Nunes* publicado nesta edição da revista Diálogos. No relato ele identifica ferramentas do campo de conhecimento “PSI” que contribuem na prática docente.

“A Psicologia pode contribuir muito para estes processos de ensino-aprendizagem, uma vez que não modificamos formas de intervenção sem modificar as pessoas envolvidas. Assim sendo, o processo de ensino aprendizagem, do modo como o concebemos, está intimamente ligado com o processo de produção de subjetividade. Na medida em que aprendemos “algo”, “algo” muda em nós.”.

Docente do curso de Psicologia na Faculdade Católica Dom Orione em Araguaína-TO, o psicólogo Robenilson Barreto** concede entrevista para este número da revista na qual trata sobre a inclusão de pessoas negras no ambiente escolar. Ele fala sobre a importância de reconhecer o racismo como parte de uma estrutura social que se integra nas instituições no campo da economia, política, cultura, sociedade e sobretudo na educação.

“Na escola, abrimos portas para o mundo, para novas possibilidades. Mas também, a escola, por fazer parte de uma estrutura social, infelizmente se coloca como um espaço de reprodução do racismo em diversas dimensões.”.

Robenilson destaca o papel da psicologia no enfrentamento ao racismo e na transformação da realidade das pessoas negras:

“O fazer da Psicologia para enfrentar esse racismo inicialmente precisa fundamentalmente estar calcado nos princípios fundamentais do nosso Código de Ética. A atuação da Psicologia precisa estar comprometida com a transformação da realidade da população negra com um olhar diferenciado para atuações interdisciplinares e com compromisso social que transforme a sua realidade.”.

A edição nº 11 da Revista Diálogos sobre Psicologia e Educação está disponível em versão digital no link a seguir: BR84_CFP-Dialogos-Ed11_WEB

*Jonatha Nunes é mestre em Psicologia pela Universidade Federal Fluminense (2010), atua no Programa de Saúde Mental do Programa Integrado de Residência Multiprofissional de Palmas/TO. Professor da Universidade do Estado do Tocantins (UNITINS) e da ITPAC-Palmas. Membro do Colegiado Gestor do Conselho Regional de Psicologia do Tocantins.

**Robenilson Barreto é mestre em Psicologia e pesquisador do Laboratório de Psicanálise e Psicopatologia Fundamental pela UFPA, coordenador da Articulação Nacional de Psicólogas(os) Negras(as) e Pesquisadoras(os) (ANPSINEP) e docente no curso de Psicologia na Faculdade Católica Dom Orione (TO)

 

Comente via Facebook

Comentário(s)