CRP-23 cobra informações sobre estratégias municipais para vacinação de psicólogas e psicólogos

MOLDE CARD.jpeg2345.jpeg3455.jpegVC.jpegOFICIO55

Na última terça-feira, 6 de abril, o Conselho Regional de Psicologia do Tocantins (CRP-23) encaminhou ofício endereçado ao Secretário de Saúde de Palmas, Tiago de Paulo Marconi, solicitando elucidação sobre as estratégias de vacinação para psicólogas(os) de Palmas que atuam em outras frentes sem vínculo direto com unidades de saúde.

No documento o CRP-23 lembra que tanto no Plano Nacional, quanto no Plano Estadual de Vacinação contra a COVID-19, a categoria de psicólogas(os), pertencente aos profissionais da saúde, está contida enquanto público prioritário.

Além disso, o Conselho volta a destacar a relevância dos serviços prestados com compromisso ético, científico e social pelos profissionais da Psicologia em benefício da saúde mental e qualidade de vida da população. Ressaltando que estes profissionais, por exercerem atividades essenciais, mantiveram seus atendimentos ativos e a disposição da sociedade, seja de forma remota ou presencial, atendendo uma alta demanda de pessoas adoecidas devido a pandemia e prestando ajuda também aos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à COVID-19.

No texto do ofício, o CRP-23 destaca também as(os) profissionais da Psicologia que atuam nas demais políticas públicas como assistência social, educação e sistema de justiça, prestando relevantes serviços para a garantia da saúde da população e ordem social.

Sabe-se que, de acordo com o Plano Nacional de Imunização, fica a critério de cada município organizar os grupos prioritários e a administração das doses. Neste sentido, o Conselho de Psicologia do Tocantins tem acompanhado as estratégias de vacinação junto a outros municípios, constatando que nos municípios de Araguaína e Gurupi a vacina contra a COVID-19 já está sendo disponibilizada para psicólogas e psicólogos que atuam em outras frentes sem necessariamente estarem vinculados às unidades de saúde.

Desta forma, o CRP-23 solicita informações quanto a previsão de vacinação para psicólogas e psicólogos de Palmas, colocando à disposição da gestão de saúde do município o banco de dados dos profissionais inscritos no Conselho a fim de contribuir com o desenvolvimento de ações que visem a vacinação deste grupo.

O CRP-23 comunica ainda que este mesmo documento será enviado também para outras cidades de médio porte como os municípios de Paraíso, Porto Nacional e Gurupi, desta última localidade obteve-se informações de que apenas profissionais de uma clínica particular em específico receberão a vacina. O Conselho reitera que continuará em contato com os órgãos públicos na tentativa de garantir com que todas(os) as(os) psicólogas(os) do Tocantins sejam vacinadas(os).

Comente via Facebook

Comentário(s)